facebook2 googleplus twitter2

ATUAÇÃO

.

.

Nota Técnica


Com o objetivo de levantar, consolidar e publicizar informações sobre a situação do cargo de Analista em TI a ANATI produziu e distribuiu uma Nota Técnica. O documento destaca a importância estratégica que vem sendo atribuída à TI como habilitadora dos processos governamentais, a necessidade de melhor estruturar o quadro de pessoal de TI no Poder Executivo e o baixo impacto orçamentário que resultaria da melhoria do cargo de Analista em TI. Os dados apresentados consideraram a situação do cargo até maio/2013.


 

 

Leia aqui

Proposta de Carreira


Em 31/10/2013 A ANATI protocolou junto à SLTI sua Proposta de Carreira para os Analistas em Tecnologia da Informação. O documento foi resultado de diversas pesquisas, análises e debates entre os Analistas em TI e a própria SLTI e oferece argumentos e proposições sólidas para a melhoria do cargo de Analista em TI, visando a melhor estruturação do quadro de pessoal próprio de TI no Poder Executivo e a redução das altas taxas de evasão de profissionais do cargo. A discussão sobre a criação da carreira para os ATI tramita no Ministério do Planejamento desde o ano de 2011.


 

Leia aqui

Sobre os Analistas em TI

Os Analistas em Tecnologia da Informação (ATI) são servidores públicos federais do quadro permanente de nível superior do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Suas atribuições estão voltadas às atividades de planejamento, supervisão, coordenação e controle dos recursos de tecnologia da informação relativos ao funcionamento da administração pública federal, bem como executar análises para o desenvolvimento, implantação e suporte a sistemas de informação e soluções tecnológicas específicas; especificar e apoiar a formulação e acompanhamento das políticas de planejamento relativas aos recursos de tecnologia da informação; especificar, supervisionar e acompanhar as atividades de desenvolvimento, manutenção, integração e monitoramento do desempenho dos aplicativos de tecnologia da informação; gerenciar a disseminação, integração e controle de qualidade dos dados; organizar, manter e auditar o armazenamento, administração e acesso às bases de dados da informática de governo; e desenvolver, implementar, executar e supervisionar atividades relacionadas aos processos de configuração, segurança, conectividade, serviços compartilhados e adequações da infra-estrutura da informática da Administração Pública Federal (inc. IV do art. 1° da Lei n° 11357/2006, alterada pela Lei n° 11.907/2009).

Conceitualmente, Tecnologia da Informação engloba todos os recursos necessários para adquirir, processar, armazenar e disseminar informações. Inclui "Tecnologia da Comunicação (TC)" e é sinônimo de "Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)" [Fonte: Vocabulário de Controle Externo do Tribunal de Contas da União].


Infografico ATI